segunda-feira, 10 de novembro de 2008

que se lhe abrem bem os olhos

Sobe o monte em seu pé de rapazinho,

que cansado de viver a confusão escolheu viver a serra sozinho.

Então pôde observar bem lá de cima, do ponto mais alto,

quando o milagre da Mãe chegou de sobressalto:


Duas águias doiradas beijavam dois pretos corvos!

e o rapazinho, que se lhe abrem bem os olhos,

com a tamanha ascensão da virgem virtude,

libertou a sua alma e deixou a subir em altitude.


Subiu ao céu por uma escada,

tal como a alta e profunda serra,

uma escada dourada e vertical.


No seu alto, encontrou a Mãe que rezava;

pela saúde da terra,

e pelo amor universal.


Gourim, Serra Arada, Maio2008, poema de Enlaçador Eléctrico


Nenhum comentário:

Postar um comentário