segunda-feira, 14 de abril de 2008

criamos os momentos e os sentimentos

Criamos os momentos e os sentimentos
Sempre criamos o que queremos
Alertas
Despertos
Pacientes na mente

Sonhos vivos dormentes
Quem é o presente?
Seja o guia da fonte
Ou seja o que seja sem nome
Ou Palavra somente

Vento que é
Querer projectar
No fogo sagrado o espírito guerreiro
Em redor do caminho
Visões e sonhos por inteiro

O dia que aconteceu
A noite que se recolheu
Oferecemos sem pedir em troca
Energia da vida
Sinceridade em boa hora



Vila Soeiro, Guarda, Março2008, poema de Enlaçador Eléctrico

Nenhum comentário:

Postar um comentário